O cristão não pode perder esta dimensão dos milagres, com o risco de transformar a sua fé em mera filosofia de vida.

Você acredita em milagres? Esta é uma pergunta simples e direta. Eu pessoalmente creio em milagres, pelo fato de crer no poder de Deus para intervir na vida das pessoas e também mudar o curso da história.

O primeiro grande milagre é o da criação. Em Gn 1,3 esta escrito: “Deus disse: “Faça-se a luz!” E a luz foi feita”. Toda a sequência da história da salvação é o testemunho evidente da manifestação sobrenatural de Deus.

Veja também: Por que o Padre Pio apanhava do demônio?

O sinal supremo da manifestação do poder e amor de Deus esta presente na pessoa de Jesus:“de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.”(Jo 3,16). Os três anos de seu ministério foram marcados pelos sinais, prodígios e maravilhas: “Pela tarde, apresentaram-lhe muitos possessos de demônios. Com uma palavra expulsou ele os espíritos e curou todos os enfermos.” (Mt 8,16).

Este mesmo poder foi dado aos apóstolos, e como consequência à Igreja: “Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!” (Mt 10,8). O livro de Atos dos Apóstolos é a prova incontestável que os milagres acompanhavam a pregação dos primeiros cristãos: “Realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios.”(Atos 5,12).

A história da Igreja até os nossos dias esta marcada pelos milagres anônimos e aqueles que ficaram registrados pelo testemunho dos santos ou grandes santuários.

O cristão não pode perder esta dimensão dos milagres, com o risco de transformar a sua fé em mera filosofia de vida. O cristianismo é muito mais do que um conjunto de palavras sábias de um mestre espiritual. Jesus é o Filho de Deus, que se fez carne e veio habitar entre nós. Ele morreu e ressuscitou. Quem Nele crê tem a experiência de trazê-lo vivo em seu coração.

Uma das consequências de estar com Jesus é apresentada em Jo 14,12: “Aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai.”. O milagre é a confirmação destas palavras. Não é nem mais e nem menos. Se cremos na Palavra de Jesus, recebemos o seu efeito. A fé não é a força do pensamento positivo, mas a certeza de que Deus cumprirá Suas promessas.

Por isso, todos os dias mantenha-se em comunhão com Deus. Isso você fará pela oração, leitura da Palavra, participação nos sacramentos, de modo especial a Eucaristia, a devoção mariana…Nas horas mais difíceis, lembre-se e ore com as promessas de Deus. Tenha no coração a certeza de promessa de Jesus em Mc 16,17: “Estes milagres acompanharão os que crerem…”

Fonte: Aleteia

Compartilhe:

Faça um comentário