Walace Souza lança música e ganha mensagem emocionante do amigo Augusto Cezar

A nova canção de Walace Souza conta com o feat de Sarah Chaves e ganhou uma linda homenagem do amigo Augusto Cezar nas redes sociais

O cantor Walace Souza trabalha há 16 anos com música, sendo 7 dedicados à música Cristã/Católica. Em 2014 lançou seu primeiro trabalho solo, o EP “Silenciar”, que mostra um lado mais devocional do Cantor. O mesmo EP contou com a participação de Thiago Brado na faixa “Olha pra mim”, o vídeo ganhou o público e já beira os 80 mil views no Youtube.

Em agosto de 2015 o segundo clipe do EP “Silenciar” trouxe inclusão para as telas. Filmado em Miguel Pereira-RJ, o clipe da música “O Som” apresenta a realidade de um casal de surdos.

Já 2016 foi um ano de renovação na carreira de Walace Souza. A maturidade espiritual e musical brindou o início da Produção de uma proposta diferenciada no seguimento cristão.

Leia mais:
Confira a nova canção de Ana Gabriela “Teus Rios”

Nascia no K Estúdio, pelo olhar e competência profissional de Márcio Soares e do próprio Cantor, o Disco “Um”. Lançado em fevereiro de 2017, com participação de Bruno Camurati e Sarah Chaves, o disco traz temas de extrema importância para a fraternidade e convivência.

No mês de maio de 2019, lança o Single QUERO TE ADORAR, retomando composições devocionais.
Neste ano, Walace nos presenteia com mais uma canção, intitulada “Lá na Rede”. A música conta com a participação de Sarah Chaves e foi lindamente homenageada por seu amigo de caminhada, Augusto Cezar:

Arte católica ou artistas católicos?

Nestes tempos de isolamento social eu mergulho mais dentro, tentando entender o percurso que fizemos até aqui. Nós, artistas católicos. Caminhamos? Com certeza! E muito! Um tanto desse tamanho que é preciso voltar a olhar para trás e para o lado. Artista bom sempre olha para trás e para o lado, refinando a mira do futuro passo a ser dado.

E ao meu lado estão muitos e extraordinários artistas. Já falei do Yuri Costa, do Lucas Medrado. Hoje vou te falar do Walace Souza e da rede que ele estendeu na varanda da minha alma.

Walace vem de uma linha direta do padre Zezinho. Você pode se surpreender ao me ler falando isso, mas eu explico: o padre é mestre na sua trajetória de enxergar a presença de Deus onde só se via a humanidade e seus cotidianos. Filho dos seus tempos o padre via um trabalhador, uma criança, um pai de família e cantava o amor de Deus e a doutrina da Igreja ali, na sala da nossa vida diária. Era o pão nosso de cada dia feito canção nossa de todos os dias. Em todos momentos.

Walace lançou seu novo trabalho. Mas não se engane, não é o single de agora que participa de um EP de muito em breve. Nada disso embora também seja isso.

Walace se tornou pai. Eu vi. Eu estava em seu casamento, recebi sua mensagem: vamos ser 3! Respingou aqui a alegria transbordada.

Walace não se faz de rogado: faz música de homem invocado com a Vida! Ser pai transformou seu dia a dia mas também a alma e a vigília que espera a aurora do Divino.

Walace segurou seu filho nos braços.Embalou sua vocação nos versos. “Lá na rede”, música que lançou agora de madrugada (na insônia deste pecador de arrogância e inveja deslavada) é cheia de melodias originais, ritmos brasileiros, construções e rimas autênticas. Ele usa tema modal repetido com a voz e uma base rítmica absolutamente brasileira. Mesmo a as duas vozes cantando junto nos remete à nossa tradição brasileira pós abolição do início do sec XX. Ha ali um pouco do nordeste e um muito do canto de piedade popular do Brasil.

Walace descobriu que não dá pra ser o pai que se quer ser. Assim como não se dá pra ser o artista que convém. Aliás, artista que convém, convenhamos também que não deixa marca nenhuma. É pálido simulacro de artista.

Walace comprou a briga da casa autêntica da sua vida, iluminada pela paternidade, aprofundando de espiritualidade verdadeira.
Deite na rede que Walace esticou na varanda da sua alma para embalar esse futuro que já chegou!

É meu convite.

Augusto Cezar Cornelius

Confira a canção:

Por Redação Catholicus
Compartilhe:

Faça um comentário